logomarca

Insumos biológicos ganham certificação


Selo Verde foi para o projeto de produção desenvolvida pela Biotrop



O projeto de produção de insumos biológicos para agricultura de baixo carbono, desenvolvido pela empresa brasileira Biotrop, recebeu o Selo Verde. A certificação foi conferida pela Bureau Veritas. O selo estabelece a elegibilidade dos atributos ambientais dos projetos e produtos da empresa, além de aderência aos demais indicadores Green Bonds Principles, que evidenciam a prestação de contas dos investimentos ao longo do tempo e a devida transparência por parte da empresa.


"A Biotrop consolida sua reputação no ambiente de negócios, com um parecer favorável sobre os atributos ambientais dos seus produtos, além de captar recursos junto a investidores que buscam uma carteira de investimentos comprometidas com a agenda sustentável", explica José Cunha, diretor de Certificações do Bureau Veritas.

Para a expedição dos Selos Verdes, o Bureau Veritas conta com uma equipe multidisciplinar que avalia todos os processos para a realização da operação, com a verificação seguindo todos os critérios estabelecidos, como adaptação, resiliência e boas práticas para a redução de carbono, analisados de acordo com a entrega de evidências e comprovações.

 

"Procuramos o Bureau Veritas devido à experiência de mercado que o Grupo possui e por ser uma referência global no segmento de certificações. Nossa expectativa era a realização de um trabalho claro, com um processo de execução muito bem definido, que foi exatamente o que aconteceu", destaca Antônio Carlos Zem, CEO da Biotrop.

 

Com quase 200 anos de atuação no mercado, o Bureau Veritas tem ampla experiência com o desenvolvimento de estratégias sustentáveis, auxiliando seus clientes a enfrentar desafios em segurança, meio ambiente, responsabilidade social e qualidade do produto ou serviço. As soluções do Grupo para esse segmento estão divididas em: recurso e produção, consumo e rastreabilidade, construção e infraestrutura, nova mobilidade e sociedade, ética e governança.

 

Fonte:Agrolink por 30-11-2021

Leia Mais: