Restrições dinamarquesas ao glifosato geram protestos

O ministro dinamarquês do meio ambiente Hans Christian Schmidt anunciou restrições nunca antes vistas ao glifosato (princípio ativo do Roundup, da Monsanto), o herbicida mais usado no país e na Europa. A medida foi tomada após a publicação de uma pesquisa mostrando a presença do glifosato na água de subsolo, de onde a Dinamarca obtém a maior parte de sua água potável.

Apesar das concentrações não terem excedido os limites permitidos, foi preocupante o fato de quantidades inaceitáveis de glifosato e de seu subproduto AMPA poderem atingir, via drenagem, níveis mais elevados da água subterrânea, disse o Sr. Schmidt. "Os dinamarqueses devem poder tomar seu café de manhã sem se preocupar com pesticidas", adicionou.

A partir de 15 de setembro, as aplicações de outono de glifosato serão banidas nos lugares "onde a lixiviação é intensa devido às chuvas pesadas". Há exceções às novas restrições, que serão revistas depois de um período de consultas.

Numa resposta conjunta, Cheminova, Syngenta e Monsanto, que produzem ou vendem glifosato na Dinamarca, condenaram a atitude do governo como "inaceitável" para os produtores ou fazendeiros dinamarqueses. O glifosato só pode ser identificado como perigo se "ignorarmos os conhecimentos científicos", disseram as empresas.

De acordo com as firmas, as restrições parecem basear-se na descoberta de glifosato a um metro de profundidade. Isto "dificilmente pode ser considerado como água subterrânea - a não ser que seja com intenções políticas - e certamente não como água potável", queixaram-se as empresas.

A atitude dinamarquesa certamente irá reiniciar o debate na Europa sobre o uso de pesticidas coordenado pela Comissão Européia, que está incumbida de estabelecer firmes propósitos estratégicos para o próximo ano. Organizações não-governamentais européias estão fazendo campanha para suspender o uso de pesticidas em 10 anos.

fonte:Environment Daily, 05/06/03.
http://www.environmentdaily.com/articles/index.cfm?action=article&ref=14571


Leia Mais:


Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Cardoso e L&C Soluções Socioambientais.

Siga-nos Twiiter rss Facebook "Whatsapp 88 9700 9062" Google+