Controlador biológico chileno enfrenta traça da videira


videirasO Serviço Agrícola e Pecuária da Região de Valparaíso (SAG), no Chile, lançou uma nova ferramenta de controle biológico capaz de enfrentar a Lobesia botrana, conhecida popularmente como traça da videira. De acordo com o diretor regional do Serviço, Leonidas Valdivieso Sotomayor, a atividade consiste na liberação de insetos específicos, por duas semanas, em propriedades com vinhedos domésticos do setor urbano, no distrito de Limache.

"Nós lançamos uma quantidade significativa desta vespa para lutar nos setores que têm a maior concentração da praga a nível urbano. É um inseto natural e específico que nos permite controlar de maneira limpa e eficiente a traça da videira, que causa tantos danos à produção de uvas de mesa”, comenta Sotomayor.

As liberações são realizadas através de um processo controlado e supervisionado por inspetores do SAG, que consiste na liberação de exemplares adultos desta vespa, num total de três ciclos. Segundo o Secretário da Agricultura de Valparaíso, Humberto Lepe Tarragó, este método de controle biológico é de grande importância para os produtores da região e, caso confirmada a sua eficiência, poderá ser adotado em vários países que sofrem com o problema da traça.

“Ele é importante porque procura diminuir a pressão que temos sobre a presença da praga em áreas urbanas, sendo que a Lobesia está presente em muitas fazendas de frutas na região. Isso, juntamente com a técnica de confusão sexual e controle da fazenda, irá nos levar a controlar prontamente a Lobesia, também podendo escolher a aplicação em uma data próxima da abordagem do sistema das exportações de uvas de mesa”, conclui.

Fonte: Agrolink 13/12/2018 por Leonardo Gottems


Leia Mais:


SIGA-NOS

TwiiterfeedFacebookYoutube"Whatsapp 88 9700 9062"Instagram