Vitória terá feira exclusiva de produtos orgânicos

Está definido: os consumidores de Vitória vão poder comprar produtos orgânicos numa feira exclusiva. Inicialmente, as vendas serão em um único dia da semana. A organização para o início da feira será feita até o início de março e sua instalação deverá ser a seguir. Produtores rurais de quatro municípios participaram da reunião para discutir o assunto, realizada na Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), na quarta-feira (23).

Os produtores decidiram formar uma comissão para definir, entre outros pontos, o local da feira, o dia de funcionamento e o seu regimento interno. Entre os pontos de discussão, a obrigatoriedade, ou não, dos produtos serem certificados.

A comissão deverá decidir sobre como serão construídas as barracas para os feirantes, a divulgação da feira, entre outros assuntos.

Mas já está definido: a feira não venderá apenas frutas, verduras e legumes. Deverá apresentar produtos semi-elaborados ou industrializados como açúcar mascavo, derivados do leite, arroz integral. Os feirantes vão buscar a maior diversificação possível, sempre de produtos naturais, cuja procedência e qualidade sejam incontestáveis.

Os produtores voltam a se reunir no dia 6 de março próximo, às 9 horas, na Associação dos Programas em Tecnologias Alternativas (APTA). O local provável da feira de orgânicos é Jardim da Penha. No futuro, outros pontos poderão ser criados em outros municípios.

Segundo relato do engenheiro agrônomo Hélio Menegueli, da Certificadora Chão Vivo, a implantação da feira está reunindo produtores orgânicos dos municípios de Santa Maria de Jetibá, Iconha, Rio Novo do Sul e São Domingos do Norte.

Além da Certificadora Chão Vivo, participaram da reunião, representantes da APTA e do grupo Kapixawa. O representante da prefeitura de Vitória prometeu apoio à iniciativa dos produtores orgânicos.

Matéria de Ubervalter Coimbra


Leia Mais:



SIGA NOS

-->