Uganda: Capacidade insuficiente para certificar produtos orgânicos
Segundo o comissário do Uganda para o comércio externo, o país não tem capacidade para certificar produtos orgânicos naturais, exortando todos os exportadores de produtos orgânicos naturais a suportar os altos custos de certificação cobrados pelos organismos de certificação europeus.

Silver Ojakol, que falava durante a 3ª Conferência Anual de Exportadores sob o tema Promoção de Exportação, uma chave para a industrialização e criação de empregos, acrescentou que, a menos que o governo institua o Fundo de Desenvolvimento de Exportações, eles têm pouco ou nada que possam fazer para ajudar altas taxas de certificação cobradas.

 

“Com relação às altas taxas de certificação cobradas pelo mercado europeu para certificar produtos orgânicos naturais, não temos nenhuma intervenção que possamos fazer. A opção será o Fundo de Desenvolvimento das Exportações, no qual ainda estamos trabalhando ”.

A Ojakol estava respondendo a um exportador que reclamou que por muitos anos ele não exportou seu abacate para a Holanda porque não pagou US $ 20.000 necessários na Europa como taxas de certificação de produtos orgânicos e outros US $ 20.000 necessários como comércio justo.

Fonte: busiweek.com

Data de publicação : 3/11/2019


Etiquetas (Categorias - tags)

Leia Mais:



SIGA-NOS

TwiiterfeedFacebook"Whatsapp 88 9700 9062"pinterestlinkedinInstagramYoutube