Terminal de ônibus cria horta comunitária para funcionários plantarem orgânicos para consumo

Alface, jiló, tomate, brócolis, couve, pimenta, rúcula, mamão, maracujá… Há pouco mais de um ano, o cardápio dos 84 funcionários do Terminal Interestadual Rodoviário de Brasília, no Distrito Federal, está mais variado (e também mais saudável).

É que a direção da empresa decidiu implantar no local uma horta comunitária de uso exclusivo dos trabalhadores. A plantação fica em uma área verde no entorno do Terminal, é regada com água da chuva e recebe adubo orgânico produzido a partir da compostagem do que sobra das podas feitas no local.

Todo mundo pode pegar o que quiser da horta: tanto para comer na hora do expediente, quanto para levar para casa. Mas, em troca, é preciso ajudar: a empresa fornece mudas e sementes, enquanto os funcionários se revezam para fazer as atividades necessárias para manter a horta, sob a supervisão do jardineiro Adailton Silva, responsável pela criação da iniciativa.

Para ninguém fazer feio, os trabalhadores receberam aulas sobre técnicas de cultivo e, também, sobre a importância de ter uma alimentação saudável. Batizado de Terminal Viver Verde, o projeto fez sucesso e a empresa já estuda espalhá-lo por outros terminais.

Bem que a moda podia pegar em companhias dos mais variados ramos, de todo o Brasil, não? A hora do almoço, com certeza, passaria a ser menos monótona (e também mais saudável).

Fonte:The Greenest Post por Débora Spitzcovsky em 28-05-2014

Leia Mais: