Orgânicos terão certificação obrigatória


Em todo o mundo a procura por alimentos orgânicos tem aumentado, sob o argumento de que fazem bem à saúde e também ao meio ambiente. Até porque na agricultura orgânica não podem ser usados agrotóxicos, adubos químicos e sementes transgênicas, e os animais devem ser criados sem o uso de hormônios de crescimento e de outras drogas (como os antibióticos). Até 31 de dezembro de 2010 os agricultores terão que se adaptar a uma nova regra: é que o Brasil passará a ter uma certificação obrigatória desses produtos, exceto para aqueles vendidos diretamente por agricultores familiares.

A intenção é controlar esse modo de produção, que carece de dados não só sobre a quantidade de produtores bem como a área ocupada por eles, e também para estabelecer políticas públicas para o desenvolvimento do setor. Para isso o governo criou o Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (Sisorg), selo que, a partir de 2011, deve estar em todos os produtos orgânicos brasileiros. Hoje, diz o governo, a agricultura orgânica ocupa pouco espaço nas 5,2 milhões de propriedades rurais do País. Dados do Censo Agropecuário 2006, divulgado em setembro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicam que apenas 1,8% do total de produtores usam essa técnica.
Saiba mais

fonte: Agência Brasil em 28/12/2009 -


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+