Governo quer incentivar venda de orgânicos
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

O governo quer desenvolver políticas públicas para que o país lidere as exportações de produtos orgânicos, um mercado em expansão que movimenta cerca de US$ 30 bilhões por ano no mundo.

Para isso, a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento passa a divulgar a partir deste mês os dados referentes às exportações brasileiras de produtos orgânicos.

O objetivo é estimular os exportadores a registrarem que o produto embarcado é orgânico, para melhorar o controle do governo. De agosto de 2006 a janeiro de 2007, o Brasil exportou US$ 5,5 milhões em orgânicos.

Os principais itens vendidos são açúcares, manteiga, café, cacau e frutas frescas e secas. Os principais compradores são os Estados Unidos (41,2%) e a Holanda (29,5%), seguidos de Canadá, Japão e Reino Unido.

O Brasil é o quinto maior produtor mundial de orgânicos e exporta aproximadamente 60% de sua produção.

A Agência de Promoção das Exportações (Apex-Brasil) criou um programa de estímulo às exportações brasileiras. Segundo a Apex, o negócio de produtos orgânicos no Brasil é estimado em US$ 250 milhões e tem um crescimento de 25% ao ano.

Fonte: Folha em 27/02/07

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se