Agroecologia enfoca uso racional dos recursos


A agroecologia é uma abordagem da agricultura, representada por um conjunto de técnicas e conceitos que surgiu a partir dos anos 90. Ela é integrada por diversos aspectos agronômicos, ecológicos e socioeconômicos, na qual os efeitos das técnicas agrícolas são avaliados sobre o todo da produção de alimentos e da sociedade. O princípio básico desta nova visão da agricultura é o uso racional dos recursos naturais.

A idéia de agroecologia sintetiza os esforços em produzir um modelo tecnológico abrangente, socialmente justo, economicamente viável e ecologicamente sustentável. Neste modelo, o relacionamento com a natureza se projeta como o embrião de proteção da vida, pelo estabelecimento de uma ética ecológica que postula a aceitação do princípio da promoção da justiça e da solidariedade como valores indispensáveis. A rigor, pode-se dizer que agroecologia é a base científico-tecnológica para uma agricultura sustentável.

A base da agricultura sustentável leva em conta um modelo em que os conhecimentos dos agricultores têm a mesma importância que o conhecimento científico atual para que, em conjunto, técnicos e agricultores possam fazer uma agricultura com padrões ecológicos de respeito à natureza, com eficiência produtiva e distributiva, através da promoção da sustentabilidade a longo prazo.

Desta forma, o sistema agroecológico considera a atividade agrícola como um modelo vivo, complexo e inserido na diversidade natural, onde diversas plantas, animais e microrganismos estão em constante interação.

A agroecologia teve seu conceito consolidado a partir da Eco 92, encontro em que foram lançadas as bases para o desenvolvimento sustentável no planeta. A idéia evoluiu para os conceitos atuais, em que os princípios e técnicas visam reduzir a dependência de energia externa e o impacto ambiental da atividade agrícola, produzindo alimentos mais saudáveis, além de promover a valorização do homem do campo, sua família, seu trabalho e sua cultura.

A produção agroecológica ou orgânica cresce em todo o mundo, a uma taxa de 20 a 30% ao ano. Estima-se que o comércio mundial movimenta atualmente cerca de 20 bilhões de dólares, despontando a Europa, Estados Unidos e Japão como maiores produtores e consumidores.

A base da Agroecologia engloba ramificações e especializações do conhecimento científico, como a agricultura biodinâmica, agricultura ecológica, agricultura natural, agricultura orgânica, os sistemas agro-florestais, etc.

Os sistemas agroecológicos têm demonstrado que é possível produzir propiciando a possibilidade natural de renovação do solo, através da reciclagem de nutrientes, ao utilizar racionalmente os recursos naturais e manter a biodiversidade.

 

Fonte:Agrolink em 09/12/08 -por José Luis da Silva Nunes (*Engenheiro Agrônomo, Dr. em Fitotecnia)


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+