Agricultores convencionais passam a cultivar produtos orgânicos


Eles deixaram de comer os produtos que plantavam e vendiam por causa do agrotóxico. Mudança revolucionou vida de casal.

E quem planta para vender, será que come o que o planta? O agricultor Lourival Vieira de Jesus vende a produção do sítio numa feira em Curitiba. Vanuza de Jesus, a mulher dele, cuida de uma banca em outro ponto da cidade. Nascidos no campo, os dois passaram a vida toda cultivando produtos convencionais, até que perceberam que estavam parando de comer o que vendiam.

“Porque sabia que tinha agrotóxico, né? E, assim, a gente foi em busca de mais conhecimento e começou produzir orgânico”, conta Lourival.

Foi uma revolução na vida do casal. Novas técnicas, novos pontos de venda, uma rotina completamente diferente. E novos clientes também..

No sítio dos Vieira de Jesus, em Almirante Tamandaré, vizinha de Curitiba. Às sete da manhã, pai, mãe, os filhos e o avô já estão prontos para o batente. E é numa área montanhosa que a família colhe os orgânicos duas vezes por semana. Isso há 16 anos.

A chegada dos filhos, Brener e Ravel, hoje com 16 e 18 anos, também pesou na escolha da família pelos orgânicos. Hoje, Vanuza e Lourival se sentem realizados, com a consciência tranquila de poder oferecer para os clientes o que colocam na mesa para os próprios filhos.

Fonte:G1 em 29/07/2016


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+