Orgânicos querem usar metodologia Geor

A metodologia do Sebrae Nacional de Gestão Estratégica Orientada para Resultados (Geor) deverá em breve ser utilizada para orientar o projeto Orgânicos para Todos, da Associação dos Produtores e Processadores de Orgânicos do Brasil (BrasilBio). O projeto terá como objetivo estabelecer parcerias nacionais para o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva de orgânicos no País. Atualmente o Sebrae possui mais de mil projetos dentro da Geor. O objetivo é implantar mais de 3 mil projetos até 2010.

Segundo a coordenadora nacional da carteira de orgânicos no Sebrae, Maria Maurício, a Instituição vem atuando no fortalecimento das associações e cooperativas do setor. O grande desafio dos pequenos produtores é vencer o isolamento para atender à crescente demanda em todo o País, afirma.

A Associação de Produtos Orgânicos da região de São Roque é um exemplo de como o associativismo pode dar certo no setor. Com a marca Horta & Arte, a associação envolve produtores do interior de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. São mais de 90 produtores, que unidos podem atender grandes redes de supermercado, empórios sofisticados e até mesmo restaurantes.

Segundo o presidente da associação, Luiz Carlos Trento, a entidade fornece para as marcas próprias de supermercados e vende com a marca Horta & Arte para os empórios luxuosos de São Paulo e também para os restaurantes. Até 2004, a associação trabalhou como catalisadora de produtores e distribuidores. A associação vende por semana 35 mil pacotes de folhagens, 6 mil de folhagens higienizadas (verduras prontas para o consumo), 20 mil de legumes e 2 mil pacotes de frutas. Ao todo são 63 mil pacotes semanais.

Fonte: ornal Cruzeiro do Sul, na página 4 do caderno C da edição de 09/05/2008

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se