A agricultura orgânica em Santa Maria de Jetibá

É cada vez mais frequente ouvirmos falar dos desafios da sustentabilidade. No campo esta pode ser uma oportunidade para os produtores rurais, por meio da produção orgânica. O interesse pelo alimento orgânico vem crescendo tanto por parte de agricultores, quanto por parte dos consumidores. As vendas no setor tem tido um crescimento considerável. Nesta reportagem especial, vamos mostrar um pouco da agricultura orgânica no município de Santa Maria de Jetibá.

Com frases como, “faça do seu alimento o seu medicamento” e “sua roça pode dar lucro e gerar saúde”, produtores orgânicos de Santa Maria de Jetibá incentivam o consumo e a produção de produtos orgânicos: “Agricultura orgânica é você trabalhar de um meio certo para você não agredir o meio ambiente, é cuidar da água, é cuidar da natureza, é uma plantação mais saudável que não agride a saúde do consumidor”, disse Viviane Jastrow que trabalha com agricultura orgânica.

O agricultor orgânico Adilson Braun disse que os benefícios são diversos. “Beneficia principalmente o produtor no processo de produção, porque eles não entram em contato com nenhum tipo de agrotóxico, e o consumidor que consome um produto mais saudável”, explicou ele.

Água em abundância, solo fértil e um povo trabalhador que cultiva com muito suor e dedicação a terra que lhe dá o sustento: esses são alguns fatores que explicam o potência do município!

Produtores orgânicos tem cada vez mais espaço em feiras livres. A Danúbia Cosme de Almeida optou pelos produtos orgânicos por causa de sua filha, “eu comecei a comprar orgânicos há uns quatro meses, desde que comecei a introdução alimentar de minha filha, fiz um curso com uma nutricionista, e achei muito interessante essa questão de orgânicos para a saúde do bebê”, enfatizou ela. Agricultores orgânicos de Santa Maria de Jetibá estão participando de um intercâmbio com agricultores de Linz, cidade austríaca que é referência mundial em orgânicos, com legislação própria de incentivo e regulamentação. Os agricultores que participarão do intercâmbio foram escolhidos em assembleia nas associações de agricultura orgânica do município.

Em contrapartida, compartilharão os conhecimentos adquiridos com os demais produtores rurais do município, doando cerca de 50 horas de trabalho para essa divulgação, incluindo palestras em escolas. Além disso, com exceção da passagem, as despesas serão custeadas pelos próprios agricultores e pela embaixada da Áustria (que fornecerá gratuitamente hospedagem, transporte, dentre outros). O "povo pomerano" sempre teve um forte vínculo com a terra. No século XIX, na Pomerânia, Europa, sempre foram pequenos agricultores, sempre retiraram o seu sustento da terra. Ainda hoje a terra continua sendo a fonte de riqueza e de alimento, só que agora nas montanhas capixabas, agora em Santa Maria de Jetibá, fizeram deste solo a sua “Nova Pomerânia”.

 

Fonte:Prefeitura Municipal de Jetiba em 16-08-2018


Leia Mais:



SIGA NOS