ONU LANÇA SELO PARA PRODUTOS ORGÂNICOS AFRICANOS PARA PROMOVER EXPORTAÇÃO

Genebra, 24 mai (EFE).- As Nações Unidas apresentaram hoje o selo de qualidade Kilimo Hai Organic, com o qual espera promover o desenvolvimento econômico de Quênia, Uganda e Tanzânia, através do fomento da exportação de seus produtos agrícolas orgânicos, cuja demanda aumenta de forma contínua nos países ricos.

"A agricultura ecológica favorece o crescimento econômico, cria postos de trabalho, reduz a pobreza, protege o meio ambiente e é melhor para a saúde", ressaltou hoje em entrevista coletiva em Genebra um dos responsáveis pela iniciativa, Assad Naqvi.

O selo, como garantia de qualidade, ajudará os agricultores de Quênia, Uganda e Tanzânia a obter "maiores lucros, já que nos países desenvolvidos se paga até 65% a mais pelas frutas e verduras ecológicas em relação às outras", afirmou Naqvi.

Os alimentos biológicos já representam 15% das vendas realizadas nos países ricos e a demanda continua aumentando à medida que aparecem estudos sobre os efeitos nocivos que os produtos químicos têm sobre a saúde, o que representa uma grande oportunidade de mercado para a África.

O Kilimo Hai Organic, idealizado segundo os critérios de qualidade da União Européia para facilitar as exportações, permitirá aos países africanos que o adotem negociar conjuntamente com Alemanha, Suécia, Estados Unidos e demais importadores de produtos ecológicos.

O primeiro-ministro da Tanzânia, Edward Lowassa, apresentará o selo durante a Conferência sobre Agricultura Orgânica na África Oriental, que será realizada em Dar es Salaam na semana que vem.

Outra das responsáveis pelo projeto, Sophia Twarog, destacou que os campos nos quais não se usam pesticidas nem adubos químicos são "mais resistentes às secas e às inundações", cada vez mais freqüentes por causa da mudança climática. EFE

Fonte:EFE em 24/05/2007 - 14h59m


Leia Mais:



SIGA NOS

-->