Bahia ::
Negócios
Ilhéus exporta produtos de cacau orgânico
Sexta-feira, 28/10/2005 - 17:34


Ilhéus - A empresa Barry Callebaut, indústria de processamento de cacau, localizada em Ilhéus, é a primeira fábrica do Brasil a exportar produtos de cacau orgânico. Antes, o país exportava apenas amêndoas. Nos meses de setembro e outubro foram embarcados quatro contêineres com manteiga de cacau e diversos tipos de cacau em pó; outros lotes devem seguir antes do final do ano.

A matéria prima - o cacau orgânico - é fruto de uma parceria entre a empresa e um grupo crescente de produtores da região cacaueira da Bahia. É o Projeto Cacau Orgânico, que incentiva a cultura orgânica em 71 fazendas da região, totalizando 3.720 hectares.

Iniciado em 2001, o projeto ajuda as comunidades do sul da Bahia a participar de um novo mercado de exportação, aumentando a sustentabilidade econômica e despertando a consciência ecológica entre os produtores, que passam a produzir sem degradar a Mata Atlântica.

Desde o início do programa, a Barry Callebaut Brasil, subsidiária da Barry Callebaut AG, com sede em Zurich /Suíça, investiu mais de R$1,5 milhões com consultoria, logística e assistência técnica necessária para os produtores, além dos custos das certificações.

Uma das metas da parceria entre empresa e produtores é alcançar uma produção de 200.000 arrobas de cacau orgânico de qualidade superior no período de 2008 a 2010. "Os principais destinos dos nossos produtos são os Estados Unidos e o Canadá, onde estamos investindo na divulgação e colocação dos mais diversos tipos de produtos de cacau orgânico, fabricados em Ilhéus. A empresa brasileira Native, por exemplo, lançou um achocolatado orgânico com base em nossos produtos", declara o diretor geral da Barry Callebaut Brasil, Dieter Schriefer.

O grupo, com sede em Zurich, mantém operações em 23 países, possui mais de 8.500 colaboradores e faturamento anual acima de US$3,1 bilhões de dólares. Com alto padrão de qualidade, a Barry Callebaut é líder mundial na fabricação de produtos de cacau, chocolates e confeitos - desde a amêndoa de cacau até o produto final nas prateleiras.

A empresa está em fase de crescimento no Brasil. Um dos primeiros passos será a ampliação da planta da fábrica, que possui atualmente 16.000 m². O objetivo é aumentar a produção do cacau orgânico destinado ao mercado brasileiro e internacional.

fonte: agrosoft?

Quarta-feira, 16 de Novembro de 2005
jornal da midia

 

 

Mais notícias   Associe-se