Região norte apresenta menor consumo de orgânicos do Brasil

 

PORTO VELHO – A região norte está na última colocação em venda de alimentos orgânicos, no Brasil. De acordo com a Comissão da Produção Orgânica do Estado do Pará, o norte comercializa 2,6% do produto, já o sudeste lidera o ranking com 60% das vendas.

O plantio orgânico ocupa 800 mil hectares em todo o país. A propriedade de Ademar Gomes é um exemplo de produção sustentável em Rondônia. O gado é criado solto no pasto, os alimentos são produzidos sem agrotóxicos, galinhas, carneiros e porcos fornecem o adubo para cultivo das plantas frutíferas.

O alimento orgânico apresenta preço superior ao não orgânico. O arroz integral, direto do campo, custa R$ 3,05 o quilo, já o orgânico, certificado e embalado não sai por menos de R$ 7,00.

Vantagem

De acordo com a nutricionista, Maria Clemilda Alves de Souza, o consumos destes alimentos resulta em benefícios de médio e longo prazo para a saúde dos consumidores.

Fonte: TV Rondônia em 29 de dezembro de 2009


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+