Parceria incentiva produção de mel orgânico em Guaratuba


apiculturaA comunidade do Potreiro, distante cerca de 80 km da sede de Guaratuba, foi escolhida para o início do projeto de incentivo à produção de mel.

No dia 18, técnicos do Emater (Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural) e da Secretaria Municipal da Pesca e da Agricultura reuniram agricultores da região para um curso de capacitação. A apicultura pode ser uma alternativa de renda para as famílias que subsistem da agricultura e não precisa ser a atividade principal destes pequenos produtores.

Em setembro, a Prefeitura equipou o Caminhão do Mel adquirido em 2016 e com ele pretende fazer a coleta do produto diretamente nas propriedades. Para isto, quer reunir o máximo de pessoas interessadas na apicultura e qualificá-las.

As próximas etapas serão o envase e a certificação do mel como produto orgânico, já que cerca de 90% do território de Guaratuba fica dentro de uma Área de Proteção Ambiental.

Os extensionistas do Emater destacam o grande potencial de produtividade no Município por causa da grande cobertura florestal nativa e o cultivo de espécies frutíferas.

No dia 20, Emater e Secretaria Municipal reuniram, na Câmara de Vereadores, cerca de 30 pessoas interessadas para reativação de uma associação de apicultores locais.

Nos próximos dias, o grupo volta e a se reunir para definir o trajeto e o calendário da coleta feita pelo caminhão o local do envase. De acordo com o diretor de Agricultura da secretaria, Paulo Pinna, a intenção é incentivar a produção em diversas localidades da extensa área rural e também na área urbana de Guaratuba.

O trabalho em parceria com a Prefeitura foi destaque no site do Emater, nesta quinta-feira (25).

Fonte: Correio do Litoral em 26-10-2017


Leia Mais:



SIGA NOS

-->