AGRICULTURA

Embrapa transformam lodo doméstico em adubo orgânico

Depois de um ano de estudo, pesquisadores da Embrapa Instrumentação Agropecuária (São Carlos – SP), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, concluíram que é possível transformar lodo de esgoto doméstico em adubo orgânico. No processo utilizado, a inovação está no uso combinado de técnicas de compostagem e maturação do lodo, associado a outros resíduos vegetais, de forma que o produto final apresente excelente qualidade fertilizante sem impactos negativos para o meio ambiente.

Os experimentos foram feitos com o lodo de esgoto da Estação de Tratamento do condomínio Riviera São Lourenço, em Bertioga, litoral norte de São Paulo, empreendimento da Sobloco, com quem a Embrapa Instrumentação Agropecuária firmou convênio no ano passado, com o objetivo de encontrar uma alternativa para lodo produzido no local.

O acordo previa a execução de um projeto piloto que apontasse a melhor forma de compostagem dos resíduos, em menor tempo e que fosse eficiente na eliminação de agentes patogênicos. Durante a temporada de verão são produzidos 500 metros cúbicos de lodo de esgoto no condomínio, além de outros 600 metros cúbicos de vegetação que são recolhidos mensalmente nas áreas públicas e privadas da Riviera.

O lodo de esgoto representa um problema para a Sobloco, que estoca o material e depois envia à Sabesp em cerca de 20 carretas a um custo de R$ 20 mil. O transporte do lodo leva em média uma semana. Com os resultados, a empresa pretende transformar os resíduos orgânicos em fertilizante natural.

A Embrapa empregou métodos de biodigestão e acompanhou o processo através de análises químicas convencionais e técnicas laboratoriais avançadas, que utilizam campos magnéticos e radiofrequência, entre outras, para verificar a composição, o potencial fertilizante, o grau de humificação do fertilizante obtido pelo processo de biocompostagem. Foram analisados ainda a presença de metais pesados e de microorganismos patogênicos, visando a qualidade ambiental e sanitária do composto gerado.

[ * ]EMBRAPA em [ 03/08/04 - 15:30 ]

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se