Energia Alternativa

Objetivo do programa é atingir produção de 1 bilhão de litros de biodiesel por ano a partir de 2008

Governo lança Plano Nacional de Agroenergia

MAURÍCIO SIMIONATO
DA AGÊNCIA FOLHA, EM PIRACICABA

O ministro Roberto Rodrigues (Agricultura) anunciou ontem no campus da Esalq/USP, em Piracicaba (SP), o Plano Nacional de Agroenergia, como parte de uma ação estratégica do governo federal para aumentar a produção de biocombustíveis. O objetivo é atingir a produção de ao menos 1 bilhão de litros de biodiesel por ano a partir de 2008, quando será obrigatório o uso de 2% do produto no diesel nacional.

Biocombustíveis são fontes de energia renováveis derivadas de produtos agrícolas como cana-de-açúcar, plantas oleaginosas e resíduos agropecuários e florestais, entre outros.

De acordo com o Plano Nacional, a produção de agroenergia no Brasil estará concentrada a partir de cinco grupos: florestas, biogás, biodiesel (mamona, girassol, soja e outros), etanol e resíduos.

Em relação ao etanol, a estratégia é que ele seja integralmente retirado da cana-de-açúcar. O Plano Nacional, elaborado pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), prevê também a criação do Consórcio Brasileiro de Agroenergia, que reunirá ações de vários setores produtivos, e de um fundo de investimento para esse consórcio.

De acordo com a Embrapa, o Plano Nacional visa garantir a sustentabilidade e competitividade às cadeias de agroenergia "em conformidade com anseios da sociedade, as demandas dos clientes e as políticas públicas".

Para demonstrar a importância do desenvolvimento de biocombustíveis, técnicos do setor traçaram uma análise projetada da demanda de energia no mundo, que indica que -mantido o atual nível de consumo de petróleo- as reservas permitem suprir a demanda mundial por apenas mais 40 anos. A estimativa é que a demanda cresça 1,7% ao ano.

"Existe uma enorme dependência energética do mundo, tanto em petróleo quanto em gás, que, aliada à finitude das reservas e à concentração da matriz em petróleo, carvão e gás, impõe a busca de alternativas", disse Rodrigues.

No evento, o ministro Silas Rondeau (Minas energia) anunciou para o mês de novembro a realização do primeiro leilão de compra, por parte da Petrobras, de uma oferta de 1 milhão de litros de biodiesel.

fonte: Folha de São Paulo, em 15/10/05


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+