Horta orgânica cultivada por alunos estimula alimentação saudável em escola de Macapá

Ideia provoca reeducação alimentar nos estudantes da escola José de Alencar.

Há cerca de dois anos a merenda servida na Escola Estadual José de Alencar, localizada no bairro Perpétuo Socorro, na Zona Leste de Macapá, é mais saudável. Isso porque um grupo de professores e alunos tomou iniciativa e construiu, juntos, uma horta para a produção de alimentos orgânicos para ser usado na alimentação escolar.

A "Horta Pedagógica" tem mudas de couve, chicória, coentro, alface, cebolinha e outras hortaliças. A professora Nelma Aood explicou que a implantação do cultivo da horta na escola quer estimular alunos a busca por uma alimentação mais saudável, produzindo eles mesmos os produtos que farão parte da merenda escolar.

"Esse é o primeiro passo para nos tornarmos escola sustentável e mostrar a importância dessa atitude para os alunos e mudança de hábito no dia a dia deles", destaca a professora.

A horta fica numa sala da escola que estava desativada e o projeto recebeu apoio de outras instituições, como o Ministério Público Estadual (MPE).

Após a criação do projeto e a participação ativa dos alunos, muitos deles tomaram gosto por alimentos mais saudáveis e passaram a aderi-los no dia a dia.

"Minha alimentação não era saudável, porque eu gostava muito de refrigerante e de doces. Agora conheci outras frutas e legumes. Além de fazer bem para nosso corpo, eles são alimentos gostosos", disse o estudante Thiago Pinheiro, de 11 anos.

A horta fica numa sala da escola que estava desativada e o projeto recebeu apoio de outras instituições, como o Ministério Público Estadual (MPE).

Após a criação do projeto e a participação ativa dos alunos, muitos deles tomaram gosto por alimentos mais saudáveis e passaram a aderi-los no dia a dia.

"Minha alimentação não era saudável, porque eu gostava muito de refrigerante e de doces. Agora conheci outras frutas e legumes. Além de fazer bem para nosso corpo, eles são alimentos gostosos", disse o estudante Thiago Pinheiro, de 11 anos.

Os estudantes experimentam os alimentos saudáveis em piqueniques promovidos pela escola. As turmas fazem rodízios e alunos podem provar diversos tipos de alimentos, como pães, chopps e salada de frutas. Todos oriundos da horta da escola.

A professora Nelma reforça que existe uma segunda etapa do projeto Horta Pedagógica. Nela serão trabalhadas plantas medicinais e as oficinas envolvendo estudantes e pais, que já está em execução.

"Antes notamos que a alimentação deles precisava melhorar, mas como professores sabemos que essa reeducação requer tempo. Dois anos depois estamos vendo a evolução nas crianças. Antes, boa parte delas se negavam experimentar nossos alimentos saudáveis, hoje elas aguardam ansiosamente o dia do piquenique. O sentimento é que estamos fazendo um bom trabalho", finalizou.

Piqueniques acontecem em área externa da escola

Fonte:G1 AP em 04-10-2018

Leia Mais:

SIGA NOS