Sistema orgânico de produção de leite será compartilhado com Haiti

 

Técnicas de produção orgânica de leite empregadas no Brasil serão repassadas ao Haiti como parte das ações de ajuda humanitária oferecidas pelo governo para a reconstrução do país da América Central, devastado por um terremoto em janeiro deste ano. O primeiro passo foi a oferta de US$ 5,5 milhões para a implantação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA/Leite) no Haiti.

Desta quarta-feira (20), até segunda-feira (25), comitiva brasileira liderada pelo Ministério das Relações Exteriores visita o país para levantar opções que possam ser empregadas na recuperação agrícola local.

A coordenadora do grupo interno de Produção Animal Orgânica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ângela Pernas Escosteguy, explica que um dos objetivos é repassar técnicas de produção animal agroecológicas (que integram a atividade agrícola à proteção do meio ambiente). "O interesse dos haitianos é cuidar da saúde de bois, búfalos e ovinos de forma preventiva, um dos princípios do sistema orgânico". Segundo ela, além de melhorar a qualidade do leite, esse tipo de produção prioriza o bem-estar animal e gera benefícios sociais e ambientais, pois exige que os trabalhadores do campo observem esses critérios para a obtenção dos produtos.

A proposta de cooperação partiu do governo do Haiti, que enviou um grupo para conhecer o trabalho de produção orgânica de leite no Rio Grande do Sul há pouco mais de um mês. "Apresentamos aos técnicos algumas propriedades em modelos de assentamentos que empregam o sistema. O que mais chamou a atenção do grupo foi a integração da comunidade envolvida e a ausência de resíduos no produto final que, naquele país, será oferecido como alimentação escolar", explica.

Fonte: Só Notícia em 20 de outubro de 2010


Leia Mais:



SIGA NOS

-->