"O biocombustível é nosso", diz Lula, retomando slogan getulista

Brasília – A Petrobras e as quatro empresas que venceram o leilão para o fornecimento de biodiesel assinaram contrato em cerimônia hoje (3) no Palácio do Planalto. De acordo com Ministério de Minas e Energia, o produto começa a ser vendido ainda este mês nos postos de combustíveis.

Com isso, a Petrobras dá início à meta, prevista em lei, de chegar até 2008 à mistura de 2% de biocombustível ao diesel vendido nos postos. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a estimativa da lei é pessimista. Retomando o slogan utilizado pelo governo de Getúlio Vargas na década de 50, ele afirmou que agora "o biocombustível é nosso".

Lula defendeu que o biocombústivel pode ser uma fonte alternativa capaz de substituir o petróleo. Ele disse que é preciso investir em pesquisa para desenvolver a produção para que o biodiesel ganhe o mercado internacional.

"É nesse momento em que o Brasil se apresenta ao mundo como uma nação que em vez de ficar chorando o preço do petróleo vamos buscar com unhas e dentes acreditando no potencial do país, dos trabalhadores e da sociedade a nossa auto-suficiência", afirmou o presidente.

"Nós não teremos medo porque o dia que alguém disser não tem mais petróleo, nós estaremos dizendo: pois bem nós temos alternativa, pode começar a comprar que ele é nosso", completou.

Fonte: Agência Brasil, em 03/02/2006 por Cecília Jorge e Juliana Andrade

Página Anterior   Associe-se  
Rodapé