Instituto Genesis coordena primeiro grupo EurepGap IFA no Brasil

 

O Instituto Genesis (www.institutogenesis.org.br), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) com sede em Londrina (PR), acaba de ser autorizado pela FoodPlus/EurepGap para organizar e coordenar o primeiro grupo de trabalho criado no país para discutir a norma EurepGap IFA, na qual são definidas as boas práticas agrícolas - ou good agricultural practice (gap) - que vão virar um programa de qualidade dentro do agronegócio brasileiro. O padrão EurepGap - estabelecido conforme padrões das redes atacadistas européias reunidas no Euro-Retailers Produce Working Group (Eurep) - assegura a produção de alimentos com o mínimo de risco à saúde para aqueles que o manuseiam e consomem.

"O objetivo deste working group é sugerir ao TSC - grupo técnico da EurepGap em Cologne (Alemanha), alterações em alguns critérios que especificam os procedimentos considerados obrigatórios para certificação, para que a norma seja adequada à realidade brasileira", ressalta Henrique Victorelli Neto, presidente do Instituto Genesis. A norma publicada pela EurepGap, versão 1.0 Jan/04, visa à Segurança Integrada de Fazenda (IFA, na sigla em inglês) e engloba desde a produção de ovinos, bovinos, gado de leite, suínos e aves, a forma como deve ser feito o transporte de animais e também como deve ser o cultivo a granel (milho, soja, algodão etc).

A primeira reunião para formação do grupo de trabalho está marcada para o dia 24 de novembro, em Londrina (PR), e devem participar representantes do Ministério da Agricultura, produtores, associações de indústrias de alimentos, de supermercados e de frigoríficos, além de cooperativas e organismos certificadores. As normas não são obrigatórias, mas devem contribuir significativamente para o incremento da exportação de alimentos brasileiros para o mercado europeu.

Redação
fonte: Agrolink em 04/11/04

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se