EurepGap: brasileira BioRastro conquista aval integral

O Programa EurepGap capacitou 13 entidades no mundo para validar seu processo de certificação. Dentre elas, apenas quatro são habilitadas integralmente e a única brasileira é a BioRastro Certificação de Produtos Agropecuários, empresa de Botucatu/SP.

A empresa é a primeira no país que está habilitada para certificação completa para todos os segmentos do programa - bovino de corte, bovino de leite, ovinos, suínos, aves e lavouras rotacionadas de soja, milho, feijão, trigo, aveia, anola, arroz, centeio, girasol, triticale e outras culturas destinadas ao consumo humano e animal.

Somente outras três empresas no mundo são capacitadas nos mesmos requisitos: a autraliana Aus-Qual, a grega Eurocert e a holandesa Skal International.

Segundo Valmir Luis Rodrigues, presidente da BioRastro, para ser habilitado pelo EurepGap foi preciso muito trabalho e investimentos. "Somos credenciados nacionalmente pelo MAPA e com o EurepGap, passamos a ter um reconhecimento internacional, com demanda sinalizada pelos principais exportadores", comenta ele.

Fundada em 1993, a BioRastro desenvolve sistemas de certificação adaptados às condições brasileiras e latino-americanas. Mais de 6.500.000 milhões de cabeças de gado e 20.000 propriedades já foram certificadas pela BioRastro, que agora pretende expandir seu mercado com o aval EurepGap.

As demais empresas certificadas pelo EurepGap são parcialmente habilitadas. Dentre elas estão as alemãs Agrar-Control e a Agrizert, a espanhola Bureau Veritas, as inglesas CMI Certification e a Efsis, as argentinas Iram Instituto e a Organizacion Internacional Agropecuaria, a belga SGS e a brasileira IBD Instituto Biodinâmico.

Sobre o EurepGap

Eurepgap é uma associação privada, sem fins lucrativos, que se originou da organização de grandes varejistas europeus (Euro Retailer Produce Working Group Eurep), preocupados em assegurar a qualidade de produtos destinados ao consumo humano. Criado em 1997, o foco inicial era com os fornecedores de frutas e vegetais. Somente no ano 2000 surgiu a versão Integrated Farm Assurance (IFA), dirigida a produção pecuária.

O protocolo EurepGap é um conjunto de requisitos básicos de boas práticas agropecuárias (BPA), que correspondem a padrões globais de segurança alimentar, preservação ambiental, saúde e segurança dos trabalhadores e bem estar animal.

São 30 empresas que compõe o rol de membros do EurepGap, localizadas em países como Holanda, Inglaterra, Bélgica, Noruega, Suécia, Suiça, Espanha, Finlândia, França, África do Sul, Irlanda e Austrália.

As produtoras e as empresas agrícolas que querem ultrapassar as fronteiras de comercialização e exportação para os varejistas europeus, necessariamente precisam ser certificadas pela norma EurepGap.

fonte: ContatoCom em 10/12-08:59

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se