Assentados fornecem arroz orgânico para escolas municipais de SP

Cooperativa vai entregar 1,5 toneladas de arroz orgânico, garantindo alimentação saudável aos alunos e preservando o equilíbrio ambiental

São Paulo – No terceiro contrato com a Prefeitura de São Paulo, a Cooperativa dos Trabalhadores Assentados da Região de Porto Alegre (Cootap), maior produtora de arroz orgânico do país, promete entregar 1,5 toneladas do produto, que vai alimentar cerca de 900 crianças da rede municipal.

Nelson Krupinski, da Cootap, que participa da Feira Bio Brazil Fair, no Parque do Ibirapuera, diz que a inserção de alimentos orgânicos da agricultura familiar na merenda escolar responde a uma demanda da sociedade moderna por uma agricultura que respeita a natureza.

"Produzir de forma respeitosa com a natureza é, também, um ganho econômico, mas também um ganho coletivo, da sociedade, porque não vai contaminar a água, não vai contaminar o solo, e, consumindo mais produtos orgânicos, vamos deixar de consumir o veneno que o agronegócio passa em suas lavouras, anualmente, e dá de presente para a sociedade", afirmou Nelson, em entrevista à Rádio Brasil Atual.

Segundo Nelson, estudos realizados por acadêmicos gaúchos tem comprovado os benefícios da agricultura orgânica na preservação de várias espécies. Em um dos estudos relatados, pesquisadores descobriram que, em uma área determinada de produção tradicional de arroz, com o uso de agrotóxicos, foram encontradas cerca de 200 espécies de insetos. Já para uma área equivalente de cultivo agroecológico, foram encontradas mais de 1.500 espécies vivas.

Para ele, os resultados comprovam que "produzir alimento de qualidade, respeitando a natureza, também respeita outros tipos de vida, fortalecendo o sistema que já existe, de solo, água e demais recursos naturais. Se produz orgânicos, no interior, no campo, e se ganha muito nas cidades".

Fonte: Redação da RBA publicado 12/06/2015 12:00


Leia Mais:



SIGA NOS

-->