+++++++++==

Sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 13:03

Fonte]
Faça sua horta em casa e tenha à mão temperos e

ervas para chá sempre fresquinhos

R7.com / Redação MS Record

Que tal um punhado de manjericão fresquinho eperfumado para finalizar a sua macarronada? E um

chá de erva-cidreira para acalmar os nervos edormir relaxado? Se o seu problema é ir até um

supermercado ou uma feira procurar por ervas

frescas, saiba que é mais prático e saudável ter

uma horta em casa.

Além de não gastar dinheiro comprando uma

quantidade de produto que provavelmente irá para o

lixo, já que pequenas folhinhas de temperos

frescos rendem e funcionam como poção mágica, você

terá um sabor mais especial, afirma Luciana Dias,

bióloga especializada em jardinagem de ervas.

- O maior benefício de ter uma horta de temperos

em casa é poder colher na hora o que usar no que

estamos cozinhando e sentir todo o cheiro e o

sabor dele fresquinho. Além disso, é mais fácil de

inovar nas receitas.

A nutricionista explica que é possível ter a

hortinha gourmet em qualquer espaço, inclusive em

apartamentos. Para iniciantes, Luciana aconselha o

plantio de salsinha e cebolinha do tipo francesa.

- Outras ervas fáceis de cuidar são alecrim,

manjericão, tomilho, sálvia e erva-cidreira. A

única exigência é ter um cantinho onde entre a luz

do sol. Suficiente para iluminar as folhas por,

pelo menos, três horas por dia.

A água é essencial, mas em excesso pode ser um

problema. É mais fácil uma planta morrer devido ao

apodrecimento de sua raiz do que pela falta de

rega. Luciana dá a dica do uso de pedrinhas e

cascalhos para escoar a água antes de colocar

terra nos vasos.

- É um trabalho de observação, é necessário checar

sempre se a planta não está ficando amarelada por

conta do sol ou pelo excesso de água. Têm dias que

o clima está mais úmido, e não é preciso regar as

ervas. Para saber se a planta precisa de água

basta colocar o dedo na terra e notar se está seca

demais.

Na hora da poda, mais cuidados. O manjericão, por

exemplo, deve ter suas flores podadas. As

florzinhas também possuem um aroma especial e

ganham utilidade na água do cozimento de massas.

Depois escorra e retire as flores. Em geral, a

poda das ervas deve ser feita sempre na

extremidade dos galhos mais novos.

Além do uso das ervas na culinária, o engenheiro-

agrônomo Marcelo Noronha, professor da Minha

Horta, vai além:

- Minha proposta é mostrar às pessoas que é

possível ter um pouco de verde - e uma vida mais

saudável - mesmo vivendo em grandes centros

urbanos. Ensino como cultivar mini-hortas em

vasos.

Noronha monta hortas de pequeno, médio e grande

porte em casas e em apartamentos. Em espaços

pequenos, o agrônomo aconselha o plantio de

temperos como manjericão, cebolinha, coentro,

alecrim, melissa e salsinha, entre outras

plantinhas com aroma especial.

Se a opção é ter uma hortinha sem agrotóxicos, é

essencial não utilizar terra adubada vendida em

lojas de jardinagem.

- Essa terra recebe uma adubação química. Não sigo

esse sistema de adubação para cultivar temperos e

hortaliças e aconselho quem tem vasos com ervas em

casa a procurar alternativas como o húmus de

minhoca ou o esterco de vaca curtido.

É o caso do produtor cultural Adriano Zanetti, que

aprendeu com os pais que jardinar é uma terapia.

Ele produz em casa seu próprio adubo, fazendo

composteira do lixo orgânico. Em meia dúzia de

pequenos vasos, Zanetti cultiva pimenta,

manjericão, alecrim, cebolinha e salsa.

- Ganhei algumas ervas, plantei a semente de

outras, e elas vingaram. É prazeroso ter à mão

temperos frescos para incrementar a carne, o arroz

e a salada. E também é muito mais saudável.

record new ms record

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se