Agricultura - Qualidade de vida
Produção de orgânicos é bem diversificada

Região já aprendeu a produzir, falta o hábito de consumir produtos naturais.

A Emater tem capacitado seus técnicos para orientar produtores de orgânicos. Vencida a primeira etapa, que era de mostrar produção, foram formadas parcerias para que outras empresas e entidades também participem do projeto, que visa a produção e também o consumo, na região.

O bom é que aqui no Sudoeste a produção de orgânicos está diversificando e as características de nossas propriedades são adequadas para esta atividade, dizem os engenheiros agrônomos Ericson Marx e Nilton Fritz, ambos da Emater, membros do Comitê Gestor de Agricultura Orgânica do Sudoeste do Paraná, entidade que tem apoio do Sebrae, Senar, prefeituras, cooperativas, sindicatos...

Além das grandes culturas, como milho e soja, mais queijo, leite, açúcar mascavo e frango, tem olerícolas e frutas em grandes variedades. Mas falta, segundo os técnicos, sensibilizar o consumidor.

Para a produção do orgânico não se usa agrotóxicos. É um produto natural, não tem nenhum produto químico (nem adubo químico) prejudicial à saúde.

Segundo Ericson e Nilton, entre os produtos que vêm para atender diretamente o consumidor, e que começam a aparecer nos mercados da cidade, estão tomates e morangos e nas próximas semanas serão colhidas mais de dez toneladas de batata inglesa, nas cores branca e rosa.

Segundo os técnicos, tomate, morango e batata estão entre os produtos que, nas culturas comerciais, mais usam agrotóxico. Mas como orgânicos vêm livres desses químicos, são produtos naturais.

Fonte: Jornal de Beltrao em 20/10/2006

Mais notícias   Associe-se