PLANTIO DIRETO

Cooplantio vai lançar selo de origem no próximo ano

 
Agricultores serão selecionados para fornecer sementes
 

        A Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto (Cooplantio) vai lançar no próximo ano produtos com selo de origem. Para isso, está selecionando entre seus 11 mil associados no Estado os fornecedores de semente de arroz, soja e milho produzidas pelo sistema que não revolve a terra na hora do plantio.

        A informação é do vice-presidente da Cooplantio, Dalto Benvenutti, no 15º Seminário de Gramado – A sustentabilidade nos Agronegócios, encerrado ontem. Os produtos, depois de passarem por rastreabilidade, ganham o certificado de que foram cultivados pelo plantio direto:

        – Temos o número de produtores que projetamos há 10 anos. Agora, vamos vender o nosso produto ao consumidor.

        Hoje, 80% dos produtores de soja, 70% do milho e 60% do arroz utilizam a técnica que se transformou em saída para a perda de solo com a erosão e para a compactação, além de reduzir custos.

        O consultor da Safras & Cifras, Cilotér Iribarrem, um dos palestrantes, disse que o sistema foi um dos responsáveis pelo aumento da produção nos últimos anos, apesar da queda na área plantada. Revela que, em 1979/1980, eram plantados com grãos 40,1 milhões de hectares, volume que recuou para 37,4 milhões de hectares na safra passada. No mesmo período, a produção evoluiu de 50,9 milhões de toneladas para 85,6 milhões de toneladas.

        – A eficiência é essencial na agricultura atual – disse Iribarrem.

        No site www.cooplantio.com.br, os agricultores encontram informações sobre plantio direto e podem questionar técnicos das cooperativas, que respondem em 48 horas. O seminário reuniu cerca de 500 produtores e técnicos.

 .
 

Fonte: Zero Hora por Jorge Correa em GRamado


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+