Disponibilidade de produtos orgânicos em ascensão na Bulgária


A Bulgária tem um setor orgânico pequeno, mas em rápido crescimento. A área que foi transformada ou está em processo de reestruturação para a agricultura orgânica triplicou em dois anos, atingindo 161.000 hectares em 2016.

Enquanto isso, o número de agricultores orgânicos quase dobrou para 7.000 no mesmo período. O interesse na agricultura biológica é principalmente devido a subsídios e investimentos prioritários.

Outro fator importante por trás desse crescimento é a crescente demanda por frutas e vegetais orgânicos na União Européia, que é o segundo maior mercado orgânico do mundo depois dos Estados Unidos. Há cada vez mais exemplos de produção de nicho orgânico focados inteiramente em mercados estrangeiros, de acordo com uma análise do Serviço de Informação do Ministério da Agricultura dos Países Baixos.

O mercado biológico búlgaro ainda tem uma parte insignificante do total (2-3% de market share). É por isso que o país pode ser visto como um potencial destino de referência para investimentos, segundo a agência holandesa.

Além disso, a Bulgária já está a aplicar boas práticas de produção e possui mercados bem desenvolvidos para as frutas e produtos hortícolas convencionais, não só para produtos frescos, mas especialmente para a indústria de transformação.

Frutas e castanhas respondem pela maior parcela da área orgânica, com 26 mil hectares. Os produtos mais comuns são nozes, amêndoas, avelãs, ameixas, cerejas, framboesas e amoras.

Apesar do número crescente de bio-fazendas na Bulgária, elas têm uma taxa de sobrevivência relativamente baixa. Cada quinto produtor abandona o mercado todos os anos.

Isso, de acordo com a avaliação da agência holandesa, mostra uma falta de conhecimento e compreensão da tecnologia e das características econômicas da produção orgânica.

Fonte: bgonair.bg

Data de publicação : 10/12/2018


Etiquetas (Categorias - tags)

Leia Mais:



SIGA-NOS

TwiiterfeedFacebookYoutube"Whatsapp 88 9700 9062"Instagram