Tecnologia para clareamento de açúcar sem uso de enxofre entra em fase de testes

10:28

Márcia Wonghon
Repórter da Agência Brasil

Recife - Uma nova tecnologia para clarear o açúcar cristal, que substitui o uso do enxofre – elemento químico que em determinados processos gera substâncias tóxicas, cancerígenas, corrosivas e poluentes – pelo bicarbonato de cálcio, está em fase de testes para ser implementada em quatro unidades produtoras de açúcar e de álcool de um grupo empresarial brasileiro. A primeira usina a receber o investimento fica em Natal, no Rio Grande do Norte. Um grupo produtor de açúcar na Europa também demonstrou interesse no projeto, desenvolvido em Pernambuco.

De acordo com o químico industrial Frederico Dantas, inventor do método, a clarificação do caldo da cana para produção de açúcar branco por meio da bicarbonatação tem entre outras vantagens, em comparação com a tecnologia tradicional da sulfitação, benefícios à saúde humana e ao meio ambiente, além de resultar em maior produção e menos custos operacionais para as usinas. "Elas não precisarão substituir as tubulações, por motivo de corrosão, nas entressafras", observou. O processo já foi registrado no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi).

Dantas, também especialista em tecnologia ambiental, afirmou que a preferência pelo açúcar isento de enxofre é uma tendência do mercado mundial, que cada vez mais exige produtos alimentícios saudáveis, livres de resíduos tóxicos, nos processos de fabricação e conservação.

Para implantação do processo nas usinas produtoras de açúcar cristal os empresários terão de investir, antes, cerca de R$ 600 mil na instalação de uma unidade de produção de bicarbonato de cálcio, que precisará ser sintetizado, por não ser encontrado na natureza.

O presidente do Sindicato da Indústria do Álcool e do Açúcar de Pernambuco, Renato Cunha, disse que o setor, responsável pela industrialização e comercialização de 1,4 milhão de toneladas de açúcar por ano, vê com satisfação as descobertas de novas tecnologias de melhoramento da produção. Explicou que atualmente o açúcar produzido no estado é clareado por meio do uso do enxofre e também de outros produtos orgânicos, a exemplo do tanino da acácia negra. Mais informações sobre a tecnologia podem ser obtidas na Câmara de Comércio Brasil/Portugal.

Fonte: Agência Brasil em 01/11/2005

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se