Carrefour anuncia que irá investir mais em produtos orgânicos


O grupo varejista francês Carrefour espera vender cerca de € 5 bilhões em produtos orgânicos no mundo  até 2022. A expectativa resultado de uma série de ações e investimentos para ampliar o acesso de consumidores a alimentos saudáveis e de qualidade, disse nesta segunda-feira o presidente do Carrefour Brasil, Noël Prioux.

O movimento, batizado de "Act for Food", nasceu na França no início de setembro e agora está sendo expandido para os mais de 30 países em que o Carrefour atua.

"O Act for Food reúne iniciativas para ampliar a oferta de alimentos naturais e saudáveis, por meio de serviços em todos os canais, preços acessíveis e pelo controle de qualidade desde a origem", disse Prioux durante evento de lançamento do programa.

No Brasil, o grupo varejista pretende dobrar até 2020 a participação de orgânicos no total de produtos vendidos em relação a 2017. A estratégia inclui novas parcerias com produtores locais para aumentar a oferta de itens frescos regionais nas lojas, afirmou o executivo.

Segundo Prioux , o plano é que aproximadamente 20% das categorias com produtos orgânicos no Brasil seja de origem regional.

O executivo francês ressaltou que ações concretas já foram tomadas no Brasil, entre elas a parceria para produção sustentável de bezerros no Mato Grosso, que prevê investimento de mais de € 3 milhões até 2020 em mais de 450 propriedades produtores.

O Carrefour também pretende ampliar o portfólio de marcas próprias, além de expandir até o fim do ano o Programa Únicos, que comercializa com descontos alimentos fora do padrão estético tradicional.

De acordo com Prioux, 50 lojas da bandeira Carrefour em São Paulo terão um corredor que reunirá produtos orgânicos, naturais, frescos e para dietas restritivas. Para 2019, o objetivo é ter 100% das lojas Carrefour em formato super e hiper dentro da iniciativa.

O executivo não informou o valor que será desembolsado na reforma das lojas no Brasil nem forneceu uma estimativa do investimento total na implementação do movimento "Act for Food" no Brasil e no restante do mundo. 


Leia Mais: