Camarão orgânico desperta interesse de pequenos produtores

O primeiro consórcio de camarão orgânico que se tem conhecimento no Brasil, lançado na 2ª FENACAM – Feira Nacional do Camarão, em Natal, pela Secretaria da Agricultura e a Emater, está despertando o interesse de pequenos produtores. Uma proposta feita pelos governos do Brasil e Alemanha, na abertura da feira alemã Biofach 2005, no último fim de semana, pode por um fim ás tarifas e barreiras sobre as exportações dos produtos orgânicos em todo o mundo.

O maior encontro de produtores de alimentos orgânicos do mundo, em Nuremberg foi palco de discussões sobre o assunto. O ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan e a ministra alemã de Alimentação e Proteção ao Consumidor, Renate Künast anunciaram que a proposta será discutida pelo chanceler Gerhard Schröeder durante sua visita ao presidente Lula, em outubro.

O consórcio, em parceria com a empresa PRIMAR, que já atua no local, terá participação de pequenos produtores em áreas a partir de meio até 8 hectares. O Governo concederá incentivos como assistência técnica, acesso ao crédito, transferência de tecnologia, simplificação do processo de licenciamento das unidades produtivas e capacitação dos criadores familiares, tornando o empreendimento sustentável do ponto de vista econômico e ambiental.
Confira outras informações no release

Fonte:Assecom, Natal (RN), 3 de Fevereiro de 2005


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+