Com Cepea até mais 10%, boi orgânico e o certificado do Pantanal ganham mais escala e já somam de 150 a 200 abates semanais

Associação dos criadores do MS de pecuária orgânica centraliza as informações do consumo e mantém ajustadas as ordens de compra e venda entre os associados e os parceiros (frigoríficos e redes de varejo), de modo a dar regularidade na oferta e manutenção da qualidade.
Leonardo de Barros - Pecuarista

Na região de Campo Grande/MS, os bois com certificação do pantanal e do orgânico estão com mais escalas programadas e já somam mais de 200 abates por semana.

O pecuarista do município, Leonardo de Barros, ressalta que faz a programação das escalas semanalmente com duas categorias de animais. “Entre as categorias estão os animais certificados orgânicos e os sustentáveis do pantanal, que é uma certificação nossa e tem uma boa aceitação pelo o consumidor”, afirma.

A Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO) que é a responsável por organizar as informações de consumo e mantém as ordens de vendas e compras entre os associados e parceiros. “A associação é gestora de todo o processo, no sentido de fazer o meio de campo entre a indústria frigorífica e o parceiro lá da ponta”, comenta.

Atualmente, a entidade conta com quinze associados que fazem o abate. “O nosso negócio é pequeno se você comparar com o restante, mas não fazemos muito questão de crescer a qualquer custo. O nosso objetivo é atender com excelência o nosso consumidor final”, diz.

Fonte: Notícias Agrícolas por Giovanni Lorenzon e Andressa Simão

em 29/08/2018

Leia Mais:

SIGA NOS