TECBIO
Ceará embarca usina compacta de biodiesel


BIODIESEL é produzido de óleos vegetais, como o da mamona

A Tecnologias Bioenergéticas (Tecbio) irá embarcar a primeira de uma série de unidades compactas de biodiesel que serão produzidas pela empresa. A usina é integrante do Programa Biodiesel Municipal que está sendo instalado por órgãos governamentais do setor. A unidade, totalmente fabricada no Ceará, deve ser implantada em Guariba, no Mato Grosso, em um projeto piloto da Eletronorte, coordenado pela Universidade Federal do Mato Grosso. A solenidade de apresentação será realizada na próxima segunda-feira, 7, a partir das 16h, no campus da Universidade Federal do Ceará (UFC).

''O projeto constitui-se num sonho daqueles que acreditam na importância dessa energia alternativa e sustentável de ver implantada uma usina em cada município do País gerando empregos, sobretudo na área rural'', afirma o professor Expedito Parente, presidente da Tecbio. As usinas compactas produzem 2 mil litros por dia de biodiesel e, no projeto, a geração de empregos chega a beneficiar 500 famílias por cada usina. O custo do equipamento é de aproximadamente R$ 600 mil.

De acordo com o professor José Neiva Júnior, diretor da Tecbio, o Ceará está começando a explorar o biodiesel. ''Agora que usamos 2% de biodiesel nos combustíveis. No Ceará, deve chegar uma bomba próximo ano. Mas no próximo dia 16, vai haver o primeiro leilão eletrônico para comprar biodiesel puro. Coordenado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), o leilão irá oferecer o primeiro lote disponível de biodiesel para 2006'', acrescenta. A tecnologia do biodiesel foi pioneiramente estudada pelo professor Expedito Parente ainda na década de 70. O biodiesel realiza todas as funções do diesel, podendo ser utilizado tanto para carros, como para geradores de eletricidade.

A Tecbio nasceu no Núcleo de Tecnologia da UFC (Nutec) em outubro de 2002 e foi responsável pela construção de várias unidades piloto de produção de biodiesel e ainda de uma unidade comercial de grande porte, localizada em Floriano (PI), com capacidade para 90 mil litros diários. A usina que será embarcada para Mato Grosso está montada no Campus do Pici, Nutec/Partec no pavilhão da unidade piloto. O biodiesel é feito de qualquer óleo vegetal (de mamona, de soja etc). (Yanna Guimarães, Especial para O POVO)

Fonte: Jornal O Povo em [05 Novembro 01h45min 2005]

 

Página Anterior   Associe-se  
Rodapé