Produção de biodiesel é insuficiente para mistura de 2%

Agência Estado

PUBLICIDADE

O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Haroldo Lima, disse hoje, após audiência na Comissão de Amazônia da Câmara dos Deputados, que a produção brasileira de biodiesel ainda é inferior ao necessário para que se cumpra a exigência de que a mistura do produto ao óleo diesel alcance até 2% em 2006.

Segundo Haroldo Lima, para se atingir esse nível de mistura seria necessária uma produção anual de 800 mil toneladas de biodiesel. Mas ele informou que, no primeiro leilão do produto arbitrado pela ANP, realizado ontem no Rio de Janeiro, foram vendidas apenas 70 mil toneladas. "Isso mostra como ainda é pouca a nossa produção para atender a demanda", disse Lima.

Ele acrescentou, no entanto, que a agência espera o crescimento da produção de biodiesel ao longo de 2006 para que o nível exigido de mistura seja atendido. Segundo Haroldo Lima, o crescimento da produção "é factível" porque o programa do biodiesel é encarado pelo governo federal como um dos mais importantes para a geração de energia e criação de empregos. Ele informou ainda que a ANP vai organizar em 2006 seminários regionais para disseminar entre a população a cultura do biodiesel.
Produção de biodiesel é insuficiente para mistura de 2%

Página Anterior   Associe-se  
Rodapé