Mota-Engil quer produzir um milhões de toneladas de biodiesel até 2015

A Mota-Engil quer desenvolver tecnologia para a produção de biocombustíveis e estima produzir um milhão de toneladas de biodiesel em 2015, anunciou hoje a empresa de construção.

Para tal, a construtora investiu, em 2005, numa unidade produtiva na Roménia e em terrenos agrícolas que suportem a obtenção de matérias-primas, com abertura prevista para Setembro próximo.

Adianta que está também prevista a construção de outra fábrica em Portugal, com capacidade para produzir 100 mil toneladas de biodiesel por ano, e que representa um investimento de 16 milhões de euros e explica que em 2007 poderá ainda iniciar-se a construção de uma terceira fábrica na Europa.

Esta última terá uma capacidade para produzir até 200 mil toneladas anuais, implicando um investimento na ordem dos 32 milhões de euros.

"No que respeita ao biodiesel, o Grupo tem como objectivo desenvolver tecnologia para a produção de biocombustíveis e a aspiração de produzir um milhão de toneladas deste combustível em 2015", refere a Mota-Engil em comunicado.

As acções da Mota-Engil fecharam a descer 0,23% para 4,25 euro

Fonte: Diario Economico/Portugual, página 21 - pt - Carderno Construção em 21/03/2006

Página Anterior   Associe-se  
Rodapé