Aviões da United voam com Biocombustível de Fezes

Parte das aeronaves da companhia aérea United Airlines, dos Estados Unidos, estão voando desde agosto impulsionadas por biocombustível derivado de fezes e gordura animais. Segundo a empresa, alternativa reduz as emissões de gases poluentes durante o voos.

As aeronaves envolvidas no programa utilizam uma combinação de 30% do biocombustível com o restante de combustível convencional. Os jatos com o querosene especial operam na rota Los Angeles – São Francisco, uma viagem realizada em aproximadamente uma hora.

O fornecimento do combustível de “cocô” é feito pela Fulcrum BioEnergy, uma das maiores refinarias de biocombutível para aviação do mundo. A empresa recentemente também recebeu um investimento de US$ 30 milhões da United para continuar suas pesquisas. A companhia norte-americana planeja, em um futuro próximo, integrar o biocombustível em toda sua frota de aeronaves.

Biocombustível

O biocombustível utilizado na aviação geralmente é derivado de vestígios orgânicos, como plantas e animais mortos. A queima desse tipo de combustível é menos danosa pois os resíduos do qual é processado já foi exposto à atmosfera e absorveu o calor durante sua vida. Por isso, sua combustão não produz novas partículas de carbono.

O mesmo princípio vale para o etanol utilizado em automóveis com motores ‘flex’ e caminhões que já podem ser abastecidos com biodiesel. A produção de biocombustível, porém, influencia no preço dos alimentos, por isso seu uso ainda é combinado ao combustível sintético.

Fonte:Portal Airway em 05-01-2015

Mais biodiesel   Associe-se  
Rodapé