Aumenta procura por produtos orgânicos em Mogi; curso em Taiaçupeba ensina cultivo aos jovens

Produtor rural disse que procura pelos produtos cresce cerca de 25% ao ano em Mogi.

No mês em que Mogi das Cruzes comemora 458 anos, a agricultura, que é um dos pilares da economia na cidade, mostra sinais de uma importante transformação: é cada vez maior o número de produtos orgânicos produzidos na Cidade.

Os números mostram por que a cidade faz parte do Cinturão Verde de São Paulo. Em Mogi, são produzidas 560 mil toneladas de hortaliças por ano. O município concentra 2,5 mil produtores rurais, segundo a Prefeitura.

Entre eles, tem quem aposte na agricultura diferente da convencional: o produtor Roberto Umeda investe na produção sem nenhum uso de agrotóxico. "O principal motivo foi a preservação da nossa própria saúde, do pessoal que trabalha com a gente no campo. E o outro foi oferecer um produto mais limpo e saudável ao consumidor final", conta Umeda.

Já tem 15 anos que o sítio passou a produzir apenas orgânicos. O desafio hoje ainda é a mão de obra especializada. Só em uma propriedade são distribuídas 300 toneladas por mês.

A regra na agricultura orgânica é não agredir a natureza e sim trabalhar em harmonia com ela. Por isso, nos canteiros, os funcionários do sítio usam apenas defensivos a base de extratos de plantas. O combate de pragas é feito pelos inimigos naturais.

"Podem ser alguns insetos que combatem alguns tipos de praga. Por exemplo o pulgão é combatido pela joaninha. Tem empresa que consegue produzir vespas em laboratórios e também envia pra gente fazer o equilíbrio", explica o consultor em agricultura orgânica Marcelo Oyafuso.

Para o inimigo natural fazer o trabalho dele, é necessário que o ambiente esteja adequado. "Se for um ambiente adverso para o inimigo natural, ele vai ir embora. Então a gente tem que propiciar isso também", explica Oyafuso.

O produtor rural lembra que o produto orgânico está em evidência, mas ele acredita que só vai despertar o interesse em um número maior de produtores daqui uma década. "O consumo está aumentando na ordem de 20 a 25% ao ano", destacou.

Oportunidade
A produção de orgânicos também é oferecida em curso para jovens de 14 a 20 anos em uma propriedade de Taiaçupeba. Mudas e enxadas foram doadas por moradores e agricultores próximos que acreditam no projeto.

"Achei muito bacana poder aprender um pouco mais sobre cultivo, plantação", avaliou Pedro Augusto de Paula, de 15 anos.

Aline Severino é instrutora técnica da ação. Ela conta que o primeiro passo é ensinar a turma a fazer uma pesquisa de mercado para saber qual é a demanda da região. "É importante para eles não saírem plantando e depois não ter saída. No campo começa a etapa de construção do canteiro, análise de solo, adubagem e o plantio das mudas", explica Aline.

Durante dois dias na semana, o grupo de alunos sai para vender a produção. "A gente também aprende a administrar este dinheiro que a gente ganha, porque tem que comprar semente, enxada, porque tudo depende da adminsitração", contou de Paula.

O curso começou em março e vai até dezembro deste ano. Os jovens têm aulas também em sala de aula, no contraturno da escola. A carga horário é de 600 horas. "Em sala eles aprendem a parte de vendas, de TH, informática, marketing, atendimento ao cliente, para que eles possam sair e fazer a venda, e também aprimorar o trabalho dos pais, porque eles têm família de agricultores", conta a instrutora pedagógica Renata Bom Angelo Esposito.

A aluna Laís Alves Lima viu o interesse da família mudar nos primeiros dias de aula, quando a mãe a convidou para fazer uma horta em casa. "Ela fez uma compostagem pra gente plantar. Aí tudo o que eu aprendo, passo pra ela", diz a estudante.

Os jovens ainda não sabem se vão trabalhar com os canteiros, mas quem ensina espera que esta nova geração possa ter um futuro na agricultura de Mogi. "A gente quer mostrar o lado bonito, a parte do negócio, porque hoje é o empresário rural", destacou a instrutora.

MOGI DAS CRUZES

Fonte:G1 Mogi das Cruzes e Suzano por Kriss Oliveira em 04-09-2018

Leia Mais:

SIGA NOS