Prefeitura de Araucária investe na Agricultura Orgânica

O produtor rural recebe benefícios da Prefeitura como orientação técnica, distribuição de calcário e mudas de morango. Foto: Carlos Poly/ACS

Produtora de morangos orgânicos em Araucária há oito anos, a família Duran comemora o investimento que fez em parceria com a Tecpar para obter a certificação do Programa Paranaense de Certificação de Produtos Orgânicos e já pensa em exportar a fruta.

"A certificação é demorada, o investimento é alto, mas o resultado vale a pena", conta Reginaldo, filho do produtor Adão Duran, que recorreu à certificação como forma de agregar valor à produção. Esse ano, a família prevê uma colheita de mais de 20 mil pés de morango.

Segundo ele, com a certificação a propriedade recebe suporte técnico, vistoria do local a cada seis meses e ainda conta com incentivo à capacitação. Além disso, a certificação também abre novos mercados e possibilita elevar o valor da produção.

Por esse motivo, o produtor se prepara para mais um desafio, que é exportar futuramente seus produtos derivados da fruta, como a polpa de morango de congelada. Vale lembrar que o produto já é comercializado em todo país, por meio de uma empresa terceirizada. Paralelo à comercialização do morango, a família Duran também investe no cultivo de maça, hortaliças e iniciou há pouco tempo a produção de alface americana orgânica.

Certificação
A certificação é obtida por um Programa do Governo do Estado, que tem como objetivo certificar gratuitamente propriedades do Paraná que cultivam produtos orgânicos.

Em Araucária, a SMAG também trabalha para oferecer alternativas viáveis ao produtor rural e produtos saudáveis ao consumidor.

"Em parceria com a Tecpar, a SMAG disponibiliza técnicos para o atendimento aos produtores, que acompanham o desenvolvimento das culturas no campo", explica o secretário Mario Sergio Rocha. De acordo com ele, as visitas técnicas servem como avaliação do local para obtenção do documento.

Números
Os quatro produtores de Araucária que possuem o selo de qualidade da Tecpar, o "Tomate Orgânico", a "Batata Salsa Orgânica", o "Morango Orgânico", a "Batata Orgânica". No Paraná, mais de quatro mil produtores rurais se dedicam à agricultura orgânica, mas segundo a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (SEAB), menos de 10% deles possuem certificação de seus sistemas de produção ou processamento. Os interessados em obter o selo devem entrar em contato com a SMAG pelo fone 3901-5084.

Incentivo na Agricultura
Como forma de incentivo à família Duran, a Prefeitura de Araucária também distribui calcário para correção do solo e mudas da fruta gratuitamente. Esse ano, a Secretaria Municipal de Agricultura entregou 4 mil mudas de morango. O produtor adquiriu mais 16 mil e vai chegar à produção de 20 mil pés da fruta.

Segundo Reginaldo Duran, o quilo do produto orgânico chega a R$ 10, enquanto o convencional custa R$ 6. Outro diferencial está nos cuidados com a fruta, como a preparação da muda em estufas especiais, sistema de irrigação, higiene e embalagens.


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+