Algodão orgânico atrai adeptos no Paraná

A tendência de produtos e culturas orgânicas exploradas na região Oeste apresenta um índice cada vez maior de adeptos no campo. Em Diamante do Oeste, o algodão cultivado desta forma está gerando reflexos na economia dos municípios da Costa Oeste e criando diversos empregos.

O secretário de Agricultura, Ézio de Andrade, destaca a parceria firmada com uma empresa para o fornecimento de sementes e assistência técnica aos produtores. Outra vantagem é a garantia de compra da produção com reajuste de preço acima do mínimo estipulado pelo governo, de até 30%.

Segundo Ézio de Andrade, a Secretaria de Agricultura realiza um levantamento dos produtores de algodão do município para uma possível negociação com o plantio de algodão orgânico no próximo ano, visando um maior incentivo das empresas que se dispõem a comprar a produção convencional deste ano. Andrade informa ainda que o custo total da produção do algodão orgânico é de R$ 985 por hectare.

Diamante do Oeste já foi um grande produtor de algodão convencional, mas com o tempo o solo foi enfraquecendo, o preço caiu e conseqüentemente as áreas de plantio foram se extinguindo. “Agora, com as garantias que a empresa fornece aos produtores de assistência técnica no preparo do solo, plantio, colheita e de compra do produto, surge uma oportunidade de o produtor diversificar a sua produção e alavancar a economia do município”, entende o secretário.

Fonte: O Paraná em 05/05

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se