CNPq financia nove projetos em agricultura familiar

O conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) abriu linha de crédito para projetos em pesquisa e desenvolvimento voltados para temas previamente definidos. Dos mais de 300 inscritos,54 foram aprovados. Destes, nove têm como instituições executara a Embrapa, sendo que todos estão relacionados à agricultura familiar. O Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento (DPD) articulou e orientou a escolha dos temas para as regiões onde os projetos serão desenvolvidos.

A Embrapa Amazônia Oriental (Belém-PA) foi contemplada com três projetos: um relativo à produção de mel por pequenos produtores, outro sobre o preparo da área sem o uso do fogo no nordeste paraense e o terceiro, a ser implantado pelo Núcleo Bragantina, tem como objetivo a produção de alimentos orgânicos pela agricultura familiar.

Os ovinocultores do Nordeste da Bahia terão seus perfis agrícolas e socioeconômico traçados e avaliados por um projeto da Embrpa Semi-Árido (Petrolina-PE). Já a Embrapa Hortaliças (Brasília-DF) realizará pesquisas e estudos para o desenvolvimento de tecnologias de processamento mínimo de hortaliças para agroindústria familiar.

Produção orgânica de hortaliças e agroturismo são temas a serem pesquisados pela Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna-SP). Já a Embrapa Amazônia Ocidental (Manaus-AM) desenvolverá estudos relativos à melhoria dos sistemas de agricultores familiares assentados no Estado do Amazonas.

Outro projeto contemplado com o financiamento do CNPq foi o de adaptação e utilização de dispositivo metodológico para apoiar o desenvolvimento sustentável de assentamentos de reforma agrária, a ser executado pela Embrapa Cerrados (Planaltina-DF). O papel da mulher na produção familiar será tema de uma pesquisa, a ser desenvolvida por duas unidades de Embrapa (Amazônia Oriental e Mandioca e Fruticultura).

O CNPq definiu o prazo de dois anos para execução dos projetos, com início previsto em 2002. Os recursos totais destinados ao conjunto dos projetos serão da ordem de R$ 700 mil.

fonte: Jornal Folha da Embrapa n. 56 Dezembro de 2001.

Leia Mais:

Mais notícias   Associe-se