Órgãos assinam termo de cooperação técnica para o desenvolvimento da agroecologia sustentável


Aconteceu nesta segunda-feira 95, na Secretaria Executiva Regional de Governo polo IV, a assinatura do termo de cooperação técnica no intuito de viabilizar o desenvolvimento da agroecologia sustentável, a implantação de sistema agroflorestais com cafeicultores e cacaueiro. A secretaria de Governo Maria Araujo de Oliveira e o prefeito do município de Ouro Preto do Oeste Vagno Goncalves Barros celebraram o termo de cooperação técnica que envolve o governo do Estado através da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão – Sepog, Secretaria de Estado da Justiça – Sejus, Secretaria do Estado do Desenvolvimento Ambiental – Sedam, Emater/RO, Idaron, Ceplac e a Prefeitura de Ouro Preto.

Segundo celebra o termo tem como objetivo estabelecer as bases para o efetivo exercício da cooperação técnica no intuito de viabilizar o desenvolvimento da agroecologia sustentável. A produção no viveiro municipal de mudas de café clonal, cacau clonal e de mudas de essências florestais e frutíferas, com objetivo de fortalecer o setor produtivo visando o desenvolvimento sócio econômico, com a diversidade da lavoura e melhores fontes de renda ao homem do campo, bem como recuperação de matas ciliares nas propriedades rurais onde há necessidade de reflorestamento preservando as APP’s (Área de Preservação) e ARL’s (Área de Reserva Legal), oferecendo uma produção agrícola diversificada para atender as famílias que estão na chamada pública do café e outras demandas localizadas no município de Ouro Preto do Oeste tem a sua vocação no setor primário.

Cada órgão tem sua responsabilidade no referido termo de cooperação técnica como a Secretaria Executiva Regional de Governo polo IV, terá um papel importante na execução do projeto fazendo o devido acompanhamento e monitorando as atividades desenvolvidas no viveiro municipal. A Sejus disponibiliza a mão de obra dos reeducando através do Fundo Penitenciário (FUPEN), Emater/RO e Idaron terão papeis iguais de suma importância para o êxito do projeto fornecendo assistência técnica através dos seus técnicos que vão capacitar os reeducando, a Sedam vai fornecer as sementes de essências florestais que serão adquiridas em reservas extrativistas e em seus bancos de sementes, a Ceplac vai fornecer as sementes e hastes de cacaueiro selecionadas, em sacolas conforme orientações técnicas, fornecer assistência técnica e oportunizar novos conhecimentos em tecnologia relativas às suas atividades a parte da prefeitura entre suas atribuições além de disponibilizar o viveiro municipal, irá fornecer material de consumo para a produção das mudas. O termo de cooperação técnica terá vigência até 31 de dezembro de 2018.

Para a secretaria de Governo Maria Araujo de Oliveira a assinatura do referido termo representa uma etapa vencida de um projeto que teve o seu início no ano de 2016 e foi concretizado agora graças ao empenho de todos e tendo como grande incentivador o governador do Estado Confúcio Moura que abraçou a ideia deste do primeiro momento que o projeto foi lhe apresentado. A revitalização da lavoura cacaueira assim como o fortalecimento da cafeicultura são prioridades do governo do estado que buscou construir uma parceria com a Ceplac e a prefeitura de Ouro Preto do Oeste que através do prefeito Vagno Gonçalves que encampou o projeto que tem o seu foco prioritário no fortalecimento da cadeia produtiva agregando renda e valor tornando Rondônia um estado competitivo.

Autor / Fonte: Alexandre Araujo/Secom

Aconteceu nesta segunda-feira 95), na Secretaria Executiva Regional de Governo polo IV, a assinatura do termo de cooperação técnica no intuito de viabilizar o desenvolvimento da agroecologia sustentável, a implantação de sistema agroflorestais com cafeicultores e cacaueiro. A secretaria de Governo Maria Araujo de Oliveira e o prefeito do município de Ouro Preto do Oeste Vagno Goncalves Barros celebraram o termo de cooperação técnica que envolve o governo do Estado através da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão – Sepog, Secretaria de Estado da Justiça – Sejus, Secretaria do Estado do Desenvolvimento Ambiental – Sedam, Emater/RO, Idaron, Ceplac e a Prefeitura de Ouro Preto.

Segundo celebra o termo tem como objetivo estabelecer as bases para o efetivo exercício da cooperação técnica no intuito de viabilizar o desenvolvimento da agroecologia sustentável. A produção no viveiro municipal de mudas de café clonal, cacau clonal e de mudas de essências florestais e frutíferas, com objetivo de fortalecer o setor produtivo visando o desenvolvimento sócio econômico, com a diversidade da lavoura e melhores fontes de renda ao homem do campo, bem como recuperação de matas ciliares nas propriedades rurais onde há necessidade de reflorestamento preservando as APP’s (Área de Preservação) e ARL’s (Área de Reserva Legal), oferecendo uma produção agrícola diversificada para atender as famílias que estão na chamada pública do café e outras demandas localizadas no município de Ouro Preto do Oeste tem a sua vocação no setor primário.

Cada órgão tem sua responsabilidade no referido termo de cooperação técnica como a Secretaria Executiva Regional de Governo polo IV, terá um papel importante na execução do projeto fazendo o devido acompanhamento e monitorando as atividades desenvolvidas no viveiro municipal. A Sejus disponibiliza a mão de obra dos reeducando através do Fundo Penitenciário (FUPEN), Emater/RO e Idaron terão papeis iguais de suma importância para o êxito do projeto fornecendo assistência técnica através dos seus técnicos que vão capacitar os reeducando, a Sedam vai fornecer as sementes de essências florestais que serão adquiridas em reservas extrativistas e em seus bancos de sementes, a Ceplac vai fornecer as sementes e hastes de cacaueiro selecionadas, em sacolas conforme orientações técnicas, fornecer assistência técnica e oportunizar novos conhecimentos em tecnologia relativas às suas atividades a parte da prefeitura entre suas atribuições além de disponibilizar o viveiro municipal, irá fornecer material de consumo para a produção das mudas. O termo de cooperação técnica terá vigência até 31 de dezembro de 2018.

Para a secretaria de Governo Maria Araujo de Oliveira a assinatura do referido termo representa uma etapa vencida de um projeto que teve o seu início no ano de 2016 e foi concretizado agora graças ao empenho de todos e tendo como grande incentivador o governador do Estado Confúcio Moura que abraçou a ideia deste do primeiro momento que o projeto foi lhe apresentado. A revitalização da lavoura cacaueira assim como o fortalecimento da cafeicultura são prioridades do governo do estado que buscou construir uma parceria com a Ceplac e a prefeitura de Ouro Preto do Oeste que através do prefeito Vagno Gonçalves que encampou o projeto que tem o seu foco prioritário no fortalecimento da cadeia produtiva agregando renda e valor tornando Rondônia um estado competitivo.

Autor / Fonte: Alexandre Araujo/Secom em 06 de junho de 2017


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+