Governo do Acre sanciona lei estadual do cooperativismo

 

O Plano Brasil Cooperativo, lançado pelo governo federal, está impulsionando o fortalecimento do cooperativismo regional. Recentemente, o governador do Acre, Jorge Viana, sancionou a lei que cria o sistema estadual de cooperativismo. Coordenador do Brasil Cooperativo, o Ministério da Agricultura pretende que outros estados sigam o exemplo acreano, criando suas respectivas leis de cooperativismo.

"As leis estaduais são importantes para o fortalecimento do cooperativismo porque levam em conta as peculiaridades locais", ressaltou o assessor especial do Mapa para Assuntos da Amazônia, Manoel Valdemiro Rocha. Além do Acre, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Mato Grosso têm legislações sobre cooperativismo. "O Mapa tem um programa de estímulo à criação de marcos regulatórios do cooperativismo nos estados."

De acordo com Rocha, a Secretaria de Apoio Rural e Cooperativismo (Sarc) do Mapa participou ativamente do programa Marco Legal, desenvolvido pelo governo acreano no ano passado para recolher sugestões à elaboração da lei sobre cooperativismo. Por meio de convênio, o Mapa também repassou ao estado cerca de R$ 300 mil para que fossem promovidas as reuniões para discussão do projeto de lei.

"Neste momento, comemoramos o início de um novo tempo, pois está provado que o cooperativismo é a maneira mais rápida de geração de ocupação e de democratização da distribuição de renda", disse o presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) do Acre, Eudemir Gomes Bezerra.(fonte: Ministério da Agricultura)

fonte: Cruzeiro Online em 01-04-2004


Leia Mais:



SIGA NOS

-->