Orgânicos movimentam R$ 250 mi por ano no Brasil

As exigências do consumidor estão levando a um crescimento vigoroso do plantio e da industrialização de alimentos orgânicos no Brasil. Segundo o IBD (Instituto Biodinâmico), única entidade brasileira que concede a Certificação para produtos orgânicos, o mercado já movimenta R$ 250 milhões por ano no país. Existem 268 projetos agrícolas e industriais certificados atualmente. O cultivo de alimentos orgânicos deve ser feito sem o uso de agrotóxicos ou aditivos químicos, em um processo que envolve cuidados elementares com a

conservação e preservação de recursos naturais e condições adequadas de trabalho. Esses cuidados também valem para a indústria. O café é um dos produtos com maior tradição de certificação, seja na fase de plantio ou de processamento (café solúvel, torrado e moído ou em sachê). Já existem cerca de 50 empresas e produtoras de café orgânico credenciadas no IBD. A empresa paulista FlowPack, dona da marca Brik, que produz café em sachê para restaurantes e pontos de venda, é a primeira indústria de café em sachê a receber o certificado. "O orgânico tem uma fatia de 2% de nosso mercado, mas esperamos que este número aumente no ano que vem. É um segmento promissor, por causa da crescente preocupação com o meio ambiente e com a saúde", avalia Marco Mammana, diretor-presidente da FlowPack. Segundo Jackson Teruo Ota, vice-gerente de certificação do IBD, o interesse por este tipo de produtos tem crescido consideravelmente no Brasil. "Há cinco anos, havia menos de 100 projetos certificados. Hoje temos 268 certificações e mais de 360 projetos em processo de avaliação."
Fonte: Libris 17/12 - 12:42)


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+