PRODUÇÃO DE ORGÂNICOS EMPREGA 19.000 NO PAÍS

 

Dado do Ministério da Agricultura se refere às vagas no campo. Produção movimenta US$ 250 milhões por ano no país

A produção de orgânicos no Brasil é responsável pela manutenção de 19.000 postos de trabalho no campo. De acordo com o Ministério da Agricultura, outras quatro mil a cinco mil vagas são geradas por cerca de 400 pequenas e médias empresas ligadas à produção de produtos feitos com orgânicos.

Hoje, o negócio de orgânicos do Brasil é estimado em US$ 250 milhões (cerca de R$ 532,5 milhões), a maior parte vinda das exportações para Alemanha, Holanda, Estados Unidos, Japão, Canadá, Dinamarca, Itália, Espanha, Áustria, Austrália, Suíça, França, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Portugal, China, Israel, África do Sul, Uganda, Coréia, Tawain, Uruguai, Bolívia e Argentina.

Os principais produtos orgânicos exportados são: soja, açúcar branco e açúcar mascavo, café, sucos cítricos, mel, arroz, frutas como manga, banana, melão e mamão papaya, óleos essenciais, castanhas, erva mate, cogumelos, óleo de babaçu, óleos vegetais, essências florestais, extratos vegetais, frutas desidratadas, cachaça, doces, algodão e até cosméticos.

“A maior parte dos nossos produtos exportados ainda é não industrializada (hortaliças e leguminosas). Esse tipo de produto é de 15% a 20% mais caro que os vegetais normalmente produzidos. O problema é que os produtos industrializados feitos à base de orgânicos (como cereais e cosméticos), são de 20% a 30% mais caros que os industrializados normais, e esses são minoria nas nossas exportações”, fala Ming Liu, gestor do OrganicsBrasil, projeto da Apex-Brasil (Agência de Promoção de Exportações do Brasil) ligada ao Ministério do Desenvolvimento, e criado para organizar a exportação de produtos orgânicos no país.

Apesar da participação reduzida, o segmento de industrializados orgânicos deve crescer nos próximos anos no país. “A demanda é muito grande, isso vai motivar o aumento da produção. Para se ter idéia, a demanda do setor de cosméticos orgânicos cresce cerca de 40% ao ano. Brevemente, teremos muito produto com base orgânica no mercado“, conta Ming Liu.

Fonte: Site G1 em 24/10/2006 - 20h14m


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+