Sementes Modificadas são mais cara

O produtor rural terá de pagar o dobro pela semente de soja transgênica em relação a tradicional. O presidente da Fundação MT afirma que a semente geneticamente modificada está sendo comercializada em média R$ 120 a saca de 40 quilos, enquanto a normal é vendida a R$ 60.

O valor do cultivar transgênico não inclui os royalties a serem pagos à detentora dos direitos sobre a tecnologia a Monsanto. "Essa diferença é diluída na redução do custo de produção", ponderou o presidente da Fundação MT, Dario Hiromoto.

Outra empresa que disputa o mercado mato-grossense, a Coodetec (Cooperativa Central de Pesquisa Agrícola) já multiplicou variedade em 25 mil hectares em todo o Mato Grosso e pretende comercializar principalmente no Estado cerca de 1 milhão de sacas do cultivar CD 219 RR resistente ao glifosato.

A Coodetec com sede em Cascavel (PR) e integrada por 40 cooperativas de produção agrícola de todo o país, lançou no mercado 4 milhões de sacas de sementes de soja transgênica para o calendário agrícola 2005/06. As sementes foram produzidas na atual safra e equivalem a 70% da oferta de semente legal projetada para ser comercializada na próxima safra.

“A Coodetec iniciou trabalho de pesquisa agrícola na década de 70, o que contribuiu para formar um dos maiores bancos de germoplasma privados do país”, afirmou o pesquisador Leandro Zancanaro.

Joana Dantas

fonte: Folha do Estado em 26/04/2005


Leia Mais:


Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Cardoso e L&C Soluções Socioambientais.

Siga-nos Twiiter rss Facebook "Whatsapp 88 99700 9062" Google+