Lote dos EUA com milho transgênico ilegal é barrado na Irlanda

BRUXELAS (Reuters) - Um carregamento norte-americano de glúten de milho transgênico destinado à produção de ração animal continha uma variedade geneticamente modificada ilegal para consumo e foi barrado na chegada do navio em um porto na Irlanda, informou a Comissão Européia nesta quarta-feira.

O carregamento continha porções do milho transgênico tipo Bt-10, produzido pelo grupo suíço Syngenta que não possui liberação para consumo humano ou animal.

Amostras do carregamento foram recolhidas para testes nos Estados Unidos e deram positivo para a presença do Bt-10. Os resultados foram enviados para a Comissão Européia para que o carregamento fosse interceptado em sua chegada à Irlanda.

"O governo irlandês está tomando as medidas necessárias para garantir que o produto não chegue à cadeia alimentar", afirmou a jornalistas o porta-voz da Comissão Européia, Philip Tod.

No mês passado a União Européia proibiu importações de milho dos EUA a não ser que viessem acompanhadas de um certificado informando que estavam livres da variedade Bt-10.

A Syngenta havia informado em março que sementes do milho tipo Bt-10 haviam sido distribuídas por engano em meio a carregamentos do tipo Bt-11, que já possui liberação para consumo, inclusive na União Européia.

Depois disso, um sistema de testes para verificar a presença do Bt-10 foi instituído. A Syngenta informou que a
descoberta do lote contaminado que seguia para a Irlanda é um sinal de que o sistema de testes está funcionando.

fonte: Reuters em 05/2005

Leia Mais:

Mais Notícias   Associe-se