Organismos Geneticamente Modificados - Transgênicos

Mensagens do Dia 22/02/2002

 
Cientistas dos EUA pedem rigor na liberação de transgênicos

WASHINGTON - Um painel da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos disse hoje que o país permitiu às empresas de biotecnologia comercializar colheitas geneticamente modificadas sem analisar de maneira completa seu possível impacto ambiental.

O grupo independente de cientistas recomendou ao Departamento de Agricultura um maior envolvimento da população e da comunidade científica na hora de decidir a aprovação da venda de novas colheitas modificadas.

O estudo pode atrapalhar os esforços de agricultores americanos e gigantes da biotecnologia, como a Monsanto, para abrir novos mercados para a soja e o milho americanos, dos quais uma grande parte é transgênica.

Um grande número de parceiros comerciais dos Estados Unidos, entre os quais Japão, China e União Européia, não aderiu aos alimentos geneticamente modificados por causa de temores quanto a segurança para o consumo e o meio ambiente. Eles pedem mais testes, rotulagem específica e regulamentação clara.

Reuters

Fonte: O Globo, Rio, 22 de Fevereiro de 2002

Leia Mais:

Mais Notícias   Associe-se