Transgênicos: ministro apóia discussão a partir de relatório/Rebelo

Brasília, 19 - O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, concordou hoje com a intenção de alguns senadores de retomar as discussões sobre transgenia a partir do relatório do então deputado Aldo Rebelo. "Tudo o que for na direção da abertura a gente vai apoiar", afirmou o ministro, depois de se reunir com Rebelo e com parlamentares ruralistas. Para enfatizar a necessidade da "abertura" para os alimentos transgênicos, Rodrigues citou o relatório da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), divulgado na segunda-feira, que rejeita o posicionamento de grupos ambientalistas que pedem a proibição da tecnologia.

Rodrigues disse que os senadores classificam como importante o relatório aprovado na Câmara, do deputado Renildo Calheiros (PC do B-PE), pois o texto facilita a pesquisa com organismos geneticamente modificados. "Mas os senadores argumentam que não adianta nada abrir para a pesquisa sem um horizonte para comercialização de produtos finais. A pesquisa fica sem estímulo para avançar", relatou o ministro. "Os senadores querem articular a demanda do setor privado e a oferta da pesquisa", disse.

Entre os pontos, o relatório de Rebelo estabelecia poder vinculante para as decisões da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio). O texto aprovado pelos deputados, no entanto, dá à CTNBio poder de liberar apenas pesquisas. Os pareceres sobre produção e comercialização precisam da autorização de áreas técnicas do governo, como o Ibama e a Anvisa.

fonte - Agência Estado - Agronews, 19 de maio de 2004, Fabíola Salvador

Leia Mais:

Mais Notícias   Associe-se