Justiça francesa condena Monsanto por propaganda enganosa

15/10 - 07:06 - AFP

O Supremo Tribunal da França rejeitou um recurso apresentado pela gigante agroquímica americana Monsanto e confirmou assim, de modo definitivo, a condenação ao pagamento de uma multa de 15.000 euros (22.400 dólares) por propaganda enganosa do herbicida Roundup.

Em 26 de janeiro de 2007, o Tribunal Correcional de Lyon condenou a gigante americana e a empresa Scotts France, que distribui o herbicida na França, a pagar uma multa de 15.000 euros cada.

Em 29 de outubro de 2008, o Tribunal de Apelação de Lyon confirmou a decisão ao considerar que os diretores das empresas eran culpados por ter apresentado o herbicida como "biodegradável".

O Roundup, um glifosato de amplo espectro, foi considerado em 1991 pelas autoridades europeias perigoso para o meio ambiente, em particular o aquático.

Leia Mais:

Mais Notícias   Associe-se