Sociedade Civil Latino-Americana pede ao Brasil:

PARE DE BLOQUEAR O REGIME DE BIOSSEGURANÇA

Declaração lida em Montreal no final da tarde do dia 2 de junho por representante das ONGs latinoamericanas, no Grupo de Trabalho I, sobre o manuseio, transporte, embalagem e identificação de OGMs, Artigo 18-2(a) do Protocolo de Cartagena. 2º Encontro das Partes do Protocolo de Biossegurança, Montreal, 2 de junho de 2005.

Nós, das organizações da sociedade civil na América Latina, que acompanhamos o processo da Segunda Reunião das Partes do Protocolo de Biossegurança esta semana em Montreal estamos frustrados e perplexos com as posições da delegação do Brasil. A atitude desse país reflete um profundo desdém pelas graves preocupações científicas com o ambiente e a saúde humana, que deram origem ao surgimento da Convenção da Biodiversidade e ao Protocolo de Biossegurança.

Hoje apresentamos esta declaração porque a Delegação do Brasil precisa aprender que há muito mais em jogo nestas negociações do que o comércio. É desolador constatar o recente alinhamento das posições do Brasil com as delegações de países que não são Partes do Protocolo, e membros do desgastado "Grupo de Miami", grupo minoritário dos principais países produtores de transgênicos no mundo.

Neste contexto, instamos à delegação do Brasil para que reconsidere suas atitudes e que pare de bloquear o consenso emergente sobre os instrumentos para a implementação do Artigo 18-2(a), e que o Brasil volte a se unir aos outros países que trabalham para construir um regime eficaz para a biossegurança. Esta mudança de atitude é urgente e a única cabível para o país anfitrião da 3ª Reunião das Partes do Protocolo em 2006.

Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Brasil (IDEC)
Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura Alternativa, Brasil (AS-PTA)
Greenpeace, Brasil
Greenpeace, México
Terra dos Direitos, Brasil
Amigos da Terra, Costa Rica (Coecoceiba)
Amigos da Terra, El Salvador (Cesta)
Amigos da Terra, Guatemala (CEIBA)
Amigos da Terra, Nicarágua (Centro Humboldt)
Amigos da Terra, Honduras (Madre Tierra)
Associação de Ecologia Social, Costa Rica
Fundação Sociedades Sustentáveis, Chile
Redes, Uruguai
Acción Ecológica, Equador
==========================

Veja a íntegra da análise feita por Davida Hathaway, Gisela de Alencar Hathaway e Marijane Lisboa sobre a reunião em Montreal. Clique aqui.

ISA, Oswaldo Braga de Souza com a colaboração de David e Gisela Hathaway.


Leia Mais:



SIGA NOS

-->